Esmeralda Dourado aos 15 anos queria ser pastora

foto sapo - esmeralda dourado

Esmeralda Dourado é uma das melhores gestoras portuguesas.
Formou-se em engenharia, mas o destino levou-a a outras áreas…
Trabalhou na Covina, no Citybank, no Fonseca & Burnay, na União de Bancos, no Interbanco e na Sag (Volkswagen)… e recusou recentemente um convite para presidir à Caixa Geral de Depósitos.
Deu no passado dia 26 uma entrevista ao jornal Dinheiro Vivo e por duas vezes o 15 veio à baila:
«A minha vocação tem uma história longa. Até aos 15 anos, a minha vocação era ser pastora. Tinha uma paixão – ainda tenho – por tudo o que é natureza, campo. O suprassumo da liberdade e da felicidade seria andar no campo, com cabritos e cordeiros, de preferência pequeninos. Não tinha a lógica econométrica da pastorícia, tinha a lógica lúdica e romântica.»
«Nasci em Lisboa, aos 5 anos fui para Alvaiázere, Leiria, na zona do Pinhal Interior, de onde os meus pais eram naturais. Vivi lá até aos 15 anos e depois voltei para Lisboa para vir para o liceu.»

Anúncios

Uma resposta to “Esmeralda Dourado aos 15 anos queria ser pastora”

  1. Mónica Agostinho Says:

    Aos 15 anos a poesia só orienta a vida de quem já tem poesia na vida!… Digo eu.

Os comentários estão fechados.


%d bloggers like this: