Archive for the ‘Livros’ Category

As pessoas da porta ao lado

28/03/2017

KODAK Digital Still Camera

Roisin Meaney escreveu «As pessoas da porta ao lado».

O livro, de 440 páginas, foi publicado na Irlanda e na Inglaterra no ano 2008 e retrata as relações de vizinhança…

Numa avenida, algures, mora a Ivone no nº 7, o Daniel no nº 8 e a Catarina no nº 9.

A Ivone vive desiludida com os fracassos amorosos, o Daniel diz que a mulher «desertou» e a Catarina está farta da sogra.

A partir destes retratos «interiores», Roisin Meaney, que já viveu em 3 continentes, teceu um enredo interessante sobre a vida que flui ao correr dos dias.

A estória começa em 24 de maio; e na página 15 estamos ainda nesse dia, entre recordações, lágrimas e gargalhadas. «We’ve made a mistake.»…

Por muito que queiramos ou não, a nossa vida e a dos vizinhos não são estanques. E até junho do ano seguinte, muita coisa vai acontecer nos nºs 7, 8 e 9 daquela avenida…

 

A cruz de Alex Cross…

01/03/2016

foto Joao Xavier - Cross, de James Patterson

Alex Cross vive uma vida feliz com Maria. Um dia, porém, um psicopata mata-a a tiro e desde então Alex procura o assassino.
No Capítulo 15, Alex corre para o Hospital com Maria suspirando as últimas palavras. É o momento decisivo para virar a principal página da vida daquele polícia de elite.
É só no capítulo 117 que o viúvo, finalmente e quase por acaso, uns anos mais tarde, chega perto do suposto assassino. Parece ter chegado ao fim a sua obsessão de vingar a morte de Maria.
O que se segue é trágico. Aos momentos de violência, sucedem-se outros tempos, mas não propriamente um novo capítulo da sua vida…
O autor deste livro, James Patterson é um escritor de top em vendas, mestre do suspense e da novela. «Cross» é uma obra de 436 páginas que nos prende e a cada pausa na leitura nos chama para não perdermos a trama. Não perca.

Javier Urra já publicou 15 livros

12/02/2016

foto levante - javier urra

Javier Urra é um famoso psicoterapeuta professor universitário espanhol que foi Provedor do Menor em Madrid e criou um campus para menores problemáticos.
Tornou-se conhecido internacionalmente ao publicar em 2007 o seu livro «O pequeno ditador», sobre crianças que dominam os pais.
«As crianças são chantagistas desde que nascem.» – diz ele.
Sobre as problemáticas diversas da relação pais/filhos e afins, Javier Urra já publicou 15 livros.

15 livrinhos sobre o cristianismo

29/04/2015

Anúncio da Coleção Guia da Fé

O Correio da Manhã iniciou recentemente a oferta de uma coleção de 15 livrinhos e 5 gravuras dedicadas à fé cristã.
A coleção intitula-se «Guia da Fé».

Checkmate, de Malorie Blackman

04/04/2015

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Malorie Blackman é uma escritora britânica com a rara capacidade de suster um enredo, o que lhe tem valido vários prémios.
Especializou-se em literatura para e sobre crianças… e «Checkmate» é um exemplo dessa linha.
A trama da referida novela de 126 capítulos e 511 páginas é intensa.
O capítulo 15 começa com uma carta de Rose, a menina cujo pai faleceu a meio da gestação.
«Olá, pai,
Como está aí em cima, no céu? O meu professor disse-me para eu escrever uma carta a alguém muito longe. E eu pensei imediatamente escrever-te a ti. A Nana Fergie disse que era uma boa ideia. Não me parece que a mamã pense o mesmo. Disse que eu deveria escrever ao meu primo Taj. Não vejo qual o interesse, se eu posso telefonar-lhe ou enviar-lhe um email.» (…)
«Checkmate» é um livro que nos toca a alma e nos faz acompanhar a luta de uma criança que quer trazer o pai para o seu quotidiano…

A generosidade dos 15 mil livros de Sócrates

23/01/2015

15 no Correio da Manhã de 10jan2015

Quando José Sousa, mais conhecido como José Sócrates, publicou o livro «A confiança no mundo – sobre a tortura em democracia», Portugal foi sendo surpreendido, porque a obra saltou para o Top dos livros mais vendidos.
Afinal, ao que a imprensa adianta, houve compras «esquisitas»: Carlos Santos Silva, atualmente preso no âmbito do processo Marquês, tal como José Sócrates, terá gastado cerca de 200 mil euros… para comprar 15 mil livros!
O Correio da Manhã fez título com o 15 a propósito desta curiosidade e adianta que o ex primeiro-ministro justificou que os 15 mil livros eram para militantes do PS…

Íris Palmeirim – tudo começou com o 15

15/01/2015

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Íris Palmeirim é uma jovem escritora de 21 anos de idade que publicou recentemente o seu segundo livro («Shinegow – a ilusão»).
Já foi bombeira e massagista, estuda biologia marinha e é colaboradora da Nos, tentando diversificar as vivências para melhor «basear» a sua ficção.
Diz que nunca foi boa aluna a português, mas isso não obsta a que tenha ganhado amor à leitura e à arte da escrita.
Jovem bonita, mimosa e observadora, do signo zodíaco do touro e do signo chinês do galo, Íris já viveu no Minho e na França e vive agora no Algarve.
«Todos os obstáculos podem ser ultrapassados» – diz Íris Palmeirim, que, curiosamente, faz constar o 15 na sua biografia: foi precisamente aos 15 anos que começou a escrever, tendo publicado o seu primeiro livro aos 18.

D. João II casou aos 15 anos com uma prima de 12…

10/11/2014

D. João II

Sabia que D. João II, o rei português hipocritamente conhecido como o «Príncipe Perfeito», casou aos 15 anos com uma prima de 12?!…
É verdade!
D. João II ( o rei do famoso Tratado de Tordesilhas) casou em janeiro de 1471 (quando tinha 15 anos de idade) com D. Leonor, sua prima de 12 anos (!…). Foi ele o primeiro rei a usar o título de «Rei de Portugal, dos Algarves de Aquém e de Além Mar em África e Senhor da Guiné»… e durante o seu reinado matou um cunhado à punhalada e atirou um bispo para a morte numa cisterna…
O casamento não foi dos melhores. Constava na corte que o rei dormia «com o inimigo». E, para a infelicidade ser maior, Afonso, o seu único filho legítimo, morreu na queda de um cavalo. Por isso o nosso protagonista tentou impor como seu sucessor D. Jorge, um filho ilegítimo que entretanto concebera.
No início de outubro de 1495, o rei português D. João II, com 40 anos de idade, doente, chegou às Caldas de Monchique para se tratar. Sentindo-se melhor, foi tomar dois banhos e participou numa caçada! Piorou com grandes dores de estômago e com fortes diarreias e foi levado para Alvor, onde se acamou.
Em 25 de outubro de 1495, teve um ataque de soluços e disse: «Daqui a duas horas me finarei.»… Assim foi.
Quando no ano 1500 D. Manuel foi a Silves para trasladar o primo para a Batalha, constatou que o cadáver estava incorrupto e até com as faces coradas. Passou a constar que era milagre, mas desconfia-se que foi o efeito de o terem envenenado com arsénico. A autópsia tinha referido que D. João II morrera de febre tifoide, uremia e nefrite crónica…
Garcia de Resende escreveu que o rei morreu «fora de Portugal, no reino do Algarve».

O conselho 15 para mães atarefadas

06/05/2014

15 in Conselhos para mães atarefadas

Molly Wigand formalizou um livrinho de conselhos para mães atarefadas.
A obra é bastante interessante, faz meditar e dá ideias.
O conselho 15 para mães atarefadas é: «Enquanto te esforças por manter a comunicação familiar, não te esqueças de exprimir as tuas próprias necessidades.»
O pedido de ajuda para as tarefas familiares é útil quando os outros se esquecem da sensibilidade e deixam a mãe sobrecarregar-se de tarefas domésticas. Ficar calada não é a melhor solução.

Começou por fazer 15 cópias…

06/03/2014

William Paul Young na Dica da Semana de 10dec2009

William Paul Young foi um missionário canadiano. Um dia, quis escrever um livro para os seus filhos. Escreveu «A Cabana» e gostou tanto que imprimiu 15 cópias para a família e para alguns amigos.
Depressa percebeu que a sua obra merecia mais leitores. E editou «A Cabana», que em pouco tempo vendeu mais de 7 milhões de exemplares nos EUA !!!…
No ano 2009, a obra foi traduzida para português e tornou-se Bestseller em Portugal.
Uma iniciativa que começa pelo 15 tem meio caminho andado para o êxito!…